Guia de Conversação para Turistas na Turquia

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

quinta-feira, 27 de março de 2014

Tratado sobre saudade: amigos, os novos amigos que se faz em terras estrangeiras.

Lembro daquele sentimento de amizade que tinha em minha infância, onde o amigo era como o irmão que nasceu em outra casa.

A gente cresce e a correria meio que não deixa vc lembrar ou pensar nesse sentimento. Eu não sei, mas depois de grande passei a ter saudade das amigas que viajam pra visitar a terrinha, rever os parentes. Por favor, nao entendam como um sentimento egoísta. Quero mais é que elas viagem mesmo e revejam os seus queridos, que faziam parte do mundo delas antes mesmo que eu o fizesse. Quero mais é que curtam os minutos com aqueles que deixaram para trás, e que cada sorriso, lágrima e suspiro seja eterno enquanto a estadia delas durar em seus países de origem.

Mas a gente, que é expatriado, acaba adotando os amigos como família da gente, muito mais (e põe mais nisso) do que os parentes de nossos cônjuges (fala ae que não é?)

Não fiquem com ciúmes vocês amigas, mas esse post eu dedico a minha amiga Noelia (ou Noelita, como sempre a chamo). Apesar de argentina - desculpa a piada, mas você sabe Brasil x Argentina é complicado pra gente - acabou ocupando um lugar importante na minha vida.

Se eu tivesse conhecido a Noelia em minha infância, tenho certeza de que ela seria aquela amiga que eu iria visitar de pijama, brincar com os brinquedos dela, puxar o cabelo brigar e brigar junto ... Aquela amiga que a gente liga e não consegue desgrudar do telefone. Aquela que a família toda já conhece.

Nossa amizade é tão engraçada que as vezes me sinto como num filme de comédia quando estou com ela. Viajamos juntas no aniversário de casamento (calma, meu e do Mustafa). Lógico o marido dela tava junto.

E isso rendeu piada, porque entramos numa loja em Fethiye juntas e num lugar onde tem tanto estrangeiro os locais costumam ser mais cabeça aberta e perguntaram se éramos casadas porque eu falei que estava viajando para comemorar o meu aniversário de casamento...

- Casadas ? Se f*** seu fdp !

Noelia ria e ria, e ficava me chamando de marido (besta). Tirou a foto abaixo e mandou pra mim, como marido&mulher.jpg. Num presta essa minha amiga.

Da última vez que meu marido discutiu comigo por causa de coisa besta foi na casa dela que eu baixei. Serviu chá, biscoitos e daqui cinco minutos tava tirando zarro da situação, do jeito dela e meu nervoso passou por completo.

Ela sempre consegue transformar a situação de trágica em cômica.





Apesar da gente não poder assistir a Copa do Mundo juntas você mora no meu coração sua tranqueira!
Volta logo meu, tô com saudade!

Em 2018, um site para brasileiros e turcos

Em 2018, um site para brasileiros e turcos
Namoro, amizade, casamento ou passatempo: somente o destino pode dizer.