Siga-me no Twitter

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

Aulas de Turco

terça-feira, 11 de março de 2014

A "crássica" pergunta que não quer calar: Nerelisin ??????????????? (de onde você é?)

No começo eu até inflava o peito pra falar que era brasileira. Mas agora, depois de 2 anos e 9 meses deu no saco, com o perdão da expressão chula (fico imaginando quem já está aqui há mais de uma década ...)

Quantas vezes eu já respondi a essa pergunta ?

Vamos aos cálculos:

Desde a minha chegada até a data dessa postagem: 1.013 dias

Média de dias em casa: 3 dias por semana, o que dá 43% dos dias, ou seja 436 dias em casa. Acrescentando os dias em que fiquei em casa doente por causa da comida: 450 dias.

Fui pra rua aproximadamente 563 dias, e como moro na roça sempre concentro os dias de resolver pepinos nos dias em que saio. 2 lugares por dia.

Conclusão: respondi à maldita pergunta mais de mil vezes desde que estou aqui.

Nota: os números apresentados acima não tem base nenhuma, mas pelo grau de enchição da pergunta poderia até ser.

Essa eu ainda tento relevar, porque eles são curiosos, porque muita gente nunca viu um EsTrangeiro na vida ...

Agora somente uma outra pergunta me deixa mais P.. da vida:



Você é russa ?


Gostaria que você, leitor, leitora analisasse essa foto e me diga: tem algum traço de russo na foto abaixo ?



Como podemos ver, não. Então de onde vem pergunta tão estúpida?

Essa, eu perguntei para o último que se saltou com essa pérola, um garçom com quem eu estava reclamando do excesso de óleo do frango que, na verdade era grelhado ...

- Você é russa? - logo se saltou, cochichando do meu lado esquerdo pro meu marido, que estava à direita não ouvir ! Isso tudo enquanto eu mostrava o frango brilhando.

E dessa vez foi na frente do meu marido e dos amigos dele. Bem pregado pra ver que não é exagero quando eu falo que eles perguntam as coisas numa hora sem contexto - porra eu tava fazendo uma reclamação, não me atravessa com outra pergunta !!!!

Sabe galinha quando põe um ovo e faz o maior escândalo ? Essa fui eu, dando a resposta pro cidadão:

- Não meu cumpadre, eu sou brasileira! Você gosta de futebol ? - respondi pra todos da mesa ouvirem.
- S-sim. - disse, gaguejando sem esperar por aquela resposta.
- Então, eu também gosto e gostaria de ver a Copa do Mundo ... mas com essa comida que o senhor me trouxe, que não é o que eu pedi ... eu vou parar no hospital de novo, como 15 dias atrás em que fiquei internada por dois dias. Moço, não me mate!

Até a amiga do meu marido comentou "e pra quê ele perguntou de onde você é? Isso faz diferença?"

Aqui faz, né bem ?


Quando ele voltou com o frango sem óleo, sem as pimentas verdes ardidas, eu continuei:
- Escuta, por que todo estrangeiro necessariamente pra vocês tem que ser russo?
- Ah, eu achei que você era russa por causa do seu sotaque ...
- O senhor está por fora ! Elas falam assim (e marquei bem o "r" nas bobagens que disse). Meu marido tava se rachando de rir do meu lado.

Depois ficamos batendo papo de boa, falamos do campeonato europeu e deu tudo certo. Ah, mas eu falei, ah falei !

Garanto que dá próxima vez que ele ver outra estrangeira vai pensar antes de perguntar...

O Segredo Revelado!