Siga-me no Twitter

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

Aulas de Turco

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

20 motivos que levaram um americano a odiar o Brasil e o que eu tenho com isso

Olá pessoal,

Gostaria de discorrer sobre um assunto que li ontem e que acho que tem tudo a ver com nós, expatriados. O texto na integra você encontra aqui: http://www.bhaz.com.br/lista-com-20-motivos-que-levaram-norte-americano-odiar-ter-morado-brasil-causa-polemica-na-web/ sobre a péssima impressão que um americano teve do povo brasileiro depois de morar 3 anos em Sampa.

Na verdade não quero falar dos outros itens abordados no texto (que tem lá sua verdade, na minha opinião) mas sim sobre o item 17, que me chamou a atenção:

"17. Brasileiros ficam muito perto, emocionalmente e geograficamente, de suas famílias de origem durante toda a vida. Como no #16, isso não é necessariamente uma má qualidade, mas pessoalmente eu odeio porque me deixa desconfortável e afeta meu casamento. Adultos brasileiros nunca “cortam o cordão” emocional e sua família de origem (especialmente as mães) continuam a se envolvido em suas vidas diariamente, nos problemas, decisões, atividades, etc. Como você pode imaginar, este é um item difícil para o cônjuge de outra cultura onde geralmente vivemos em famílias nucleares e temos uma dinâmica diferente com as nossas famílias de origem."


Se eu não tivesse lido de que se tratava de um americano falando do Brasil poderia jurar que era de uma "gelin" estrangeira falando de alguma família turca!

E atire a primeira pedra quem discordar ...rsrs

Porque nossa principal queixa é a PERDA TOTAL de privacidade... tudo, mas tudo o que a gelin estrangeira faz vira assunto. Lembro dos meus primeiros meses aqui: a Luciane comeu comida apimentada e está com diarréia faz 3 dias...

Mano, se fuder! Nem ter minhas dores de barriga em paz eu podia porque virava NOTÍCİA! Sim, culpa do santo marido que comentava com a mamãezinha dele porque não sabia o que fazer e essa, por sua vez, com o mundo. (isso tem alguma semelhança em sua vida?)

Muito bem Luci, e o que diabos o americano do começo do post tem a ver com isso?

Bem, isso é uma teoria não somente minha, sobre o que chamo de "síndrome de ser estrangeiro" (ou como batizei em turco, yabancı sendromu). Para aqueles que acham que "somente com estrangeiros da Turquia determinadas coisas acontecem", vamos refletir: o americano era o "gringo" da família, o E.T., o centro das atenções, assim como eu.

Lembro de tanta gente querendo nos encontrar, só pra ver a "brasileira" - o ser que vos fala aqui. Muita gente nem sabia meu nome, mas fazia questão da minha presença. Pra quê? Pra se mostrarem que falavam inglês, mas pra me ajudar a aprender turco não teve filho da puta nenhum, né?

Americano: "Isso até afeta meu casamento"...Isso me soou tão familiar, e pra você?

Ser o estrangeiro da família e ter zero de privacidade são coisas que caminham de mãos dadas, até você ir colocando todo mundo no seu lugar e delimitando seu espaço - digo, o do casal, você e seu marido.

Como disse um amigo turco: "muitos nunca viram um estrangeiro em suas vidas então querem perguntar e perguntar". O duro, como disse uma outra amiga minha, o fato de você ser brasileiro faz com que os outros se achem seus "amigos de infância" e eles passam o limite do que é discreto na hora de fazer perguntas (num restaurante certa vez um garçom veio me perguntar porque eu ainda não tinha filhos ... sem comentários!)

Nasci e me criei em São Paulo, e ao contrário do que o americano descreve, eu acho o pessoal de sampa bem "apressado demais pra curiar a vida alheia", em termos gerais. Cada um por si, sabe como é. E sogra dando pitaco em tudo?  Sogra é sogra em qualquer lugar do mundo... No item 16 ele fala que brasileiro passa raramente o fim de semana sozinho (?) e que isso tirava a privacidade dele (???).

Tenho comigo que eles está padecendo do mesmo mal que nós, pelo mesmo motivo: ser estrangeiro.

E só por curiosidade, fica o link de um francês que falou maravilhas sobre o Brasil - http://www.bhaz.com.br/impressoes-de-um-frances-sobre-o-brasil/ - se bem que eu acho que ele viajou quando disse que "corrupção era só teoria". Sei lá, cada um na sua...

Beijos fui




O Segredo Revelado!