Siga-me no Twitter

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

Aulas de Turco

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Levando o Mustafa para uma visita ao Cemitério da Consolação no dia de Finados

Olá pessoal,

Na Turquia existe um feriado onde os cemitérios lotam - não vou me recordar - assim resolvi levar meu marido ao Cemitério da Consolação, conhecido por ter vultos históricos enterrados lá, por ser visitado por turistas, góticos ou quem tem um ente querido por lá.

Sob o receio de ser assaltado - porque ouviu falar de mini-arrastões cujas vítimas foram caçadores de Pokemón - meu marido acabou se deixando convencer pois o local estaria movimentado devido ao feriado.

Gente entrando e saindo, com ou sem flores; missionários de diversas denominações religiosas distribuindo seu material, missas sendo celebradas a cada duas horas; num determinado local havia uma concentração de velas sendo queimadas e o cheiro de parafina tomou conta do ambiente - meu marido se incomodou.

E fomos atrás do túmulo do Conde Francisco Matarazzo - que lá soubemos ser a maior da América Latina!

Achei que meu marido ficaria encantado com a riqueza arquitetônica, mas pelo contrário: ouvi críticas à ostentação de alguns túmulos que mais podem ser chamados de mausoléus. Ele tem lá sua cota de razão, mas que podemos dizer: os ritos fúnebres existem desde que o Homo sapiens resolver aparecer e cada cultura o celebra a sua maneira.

Aquele costume deles do passa-passa de mãos com o caixão suspenso não me entra na cabeça também, pior ainda quando ouvi que já houve casos do caixão com o falecido dentro vir ao chão!

Vamos as fotos:

Luciane Köşlü
















Sim, ele mesmo!

Aqui meu amigo, todas as tretas acabam, todas as diferenças cessam. E quem não tinha tempo pra ligar pra aquele amigo do peito aí é que não vai ter mesmo ...



Meu marido perguntou se esse vinha com elevador... com todo respeito.




Quando ele viu que tinha para-raio, me perguntou: "É pro morto não morrer de novo, não morrer de queda de raio?"

Conde Matarazzo


Aqui consta a história do túmulo e do dono dele. Baixe o apps e confira.
Se você curte lendas urbanas, histórias de fantasmas tem uma dessas que ronda (literalmente) a família do Conde. Clique neste link e leia o post: http://www.sobrenatural.org/lenda_urbana/detalhar/4948/o_misterio_da_familia_matarazzo/

Agradecemos os funcionários que nos deram informação sempre muito atenciosos e a um anônimo, transeunte fotógrafo amador que parou uns 5 minutos nos dando informações da localização do mausoléu dos Matarazzo e trocou um pouco de ideia com a gente.

Que todos eles descansem em paz.

Beijo da Luci

O Segredo Revelado!