Guia de Conversação para Turistas na Turquia

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

O fazendeiro e seu cavalo - Atı Kaçan Çiftçi

Em turco ele leva esse nome - Atı Kaçan Çiftçi. É um conto chinês interessante, que pode ser resumido com "há males que vêm para bem".

Às vezes não nos conformamos com certas mudanças em nossas vidas, especialmente nós expatriados e expatriadas, começando do zero nossa vida em terras estrangeiras. Incertezas, dúvidas e medos povoam nossa mente. No começo tudo parece dar tão errado que dá vontade de fazer as malas e voltar correndo pro mundo que a gente conhecia: o NOSSO mundo.

Mas precisamos ter fé de que Deus está na frente de tudo, e mesmo na lama pode fazer florescer um belo lírio.



 

O Fazendeiro e seu Cavalo

Um fazendeiro, pai de família, encontrou um cavalo. Mas não era um simples cavalo, era um cavalo muito forte, bonito, ágil e muito bem adestrado. Mas o fazendeiro não era, contudo, criador de cavalos. Assim, logo seus amigos o aconselharam:
- Venda este cavalo, homem! Ele deve valer uma fortuna!
- Mas venda rápido, senão pode acontecer alguma coisa a ele, e você perder o seu dinheiro!
O fazendeiro respondeu:
- Pode ser que sim, pode ser que não.
No dia seguinte, o bom cavalo havia fugido da fazenda, e os amigos do fazendeiro vieram lhe dizer:
- Tá vendo, meu amigo? Se você tivesse vendido, já estaria com o dinheiro na mão. Agora o cavalo fugiu e você perdeu uma grande oportunidade!
O fazendeiro respondeu
- Pode ser que sim, pode ser que não.
Dez dia após o ocorrido, o cavalo voltou à fazenda, mas trouxe consigo mais cinco cavalos selvagens. Os amigos do fazendeiro, então, vieram sorridentes lhe parabenizar:
- Ainda bem que você não vendeu o cavalo aquele dia, veja só, meu caro, conseguiu mais cinco cavalos, e pode vender todos! Isso que é sorte, não?
O fazendeiro respondeu:
- Pode ser que sim, pode ser que não.
Na manhã seguinte, o jovem filho do fazendeiro resolveu galopar em um dos cavalos selvagens que haviam chegado na fazenda. Mas o cavalo não era adestrado, e de repente, tornou-se violento e derrubou o rapaz, que quebrou a perna. Os amigos do fazendeiro vieram visitar o moço, e disseram ao fazendeiro:
- Veja só que ironia ... conseguiu mais cinco cavalos, mas conseguiu também um filho com a perna quebrada! Você devia ter vendido o bom cavalo no dia em que o encontrou, meu amigo! Você teria ganhado uma boa grana, e isso não teria acontecido com seu filho.
O fazendeiro respondeu:
- Pode ser que sim, pode ser que não.
Alguns dias após esse acidente, o fazendeiro recebeu uma carta do Serviço Militar, convocando seu filho a servir em uma missão. Mas o rapaz estava com a perna quebrada, então foi obrigado a ser dispensado de tal convocação. O fazendeiro ficou feliz, pois era seu único filho, e, mesmo com a perna quebrada, preferia ele ali com a família, bem, do que correndo riscos tão longe de casa.
Os amigos do fazendeiro, rindo com essas tantas reviravoltas, tornaram a dizer:
- Sim, foi melhor não ter vendido esse cavalo! Apesar de tudo, seu filho se salvou de uma possível tragédia pior do que uma perna quebrada. Como saber o que poderia ter acontecido naquela missão? Esse cavalo só lhe trouxe sorte!
Ainda assim, o fazendeiro só lhes respondeu:
- Pode ser que sim, pode ser que não.
E assim seguimos nossa vida, deixando nas mãos do Senhor nossos destinos. Um só fio de cabelo não cai de nossas cabeças se essa não for a vontade DELE.



Atı Kaçan Çiftçi - (algo como "O cavalo que escapou do fazendeiro")

Tek atı kaçıp giden yaşlı bir çiftçiyle ilgili kadim bir Çin hikâyesi vardır. Atının tek geçim kaynağı olduğunu bilen komşuları, onu teselliye koşarlar. Yaşlı adam teselli edilmeyi reddederek, "Neyin iyi, neyin kötü olduğunu kim bilebilir?” der. 
Gerçekten de, birkaç gün sonra atı geri döner, hem de yanında vahşi bir atla birlikte. Yaşlı adamın dostları bu sefer onu kutlamaya gelirler. Kutlamaları reddeden ihtiyar, “Neyin iyi, neyin kötü olduğunu kim bilebilir?” der. 
Ve gene birkaç gün sonra yaşlı adamın oğlu vahşi ata binmeye çalışırken düşerek bacağını kırar. Dostları oğlunun talihsizliğinden duydukları üzüntüyü bildirmek için yine gelirler. “Neyin iyi, neyin kötü olduğunu kim bilebilir?” der ihtiyar. 
Aradan birkaç hafta geçer ve kasabaya, komşu ülkeyle savaşacak güçlü erkekleri askere almak için ordudan adamlar gelir, ama yaşlı adamın oğlu savaşacak durumda olmadığı için paçayı kurtarır. Neyin iyi, neyin kötü olduğunu kim bilebilir?

Em 2018, um site para brasileiros e turcos

Em 2018, um site para brasileiros e turcos
Namoro, amizade, casamento ou passatempo: somente o destino pode dizer.