Siga-me no Twitter

Inscreva-se já e receba nosso conteúdo -

Aulas de Turco

sábado, 2 de março de 2013

Compartilhando experiencias - pagando a conta no restaurante

Olá pessoal,

Gostaria de compartilhar um ocorrido com vocês queridos leitores, sei que nao sou nem a primeira e nem a última a passar por isso mas pra quem pensa em se mudar pra Turquia - ou pra outro país, ou seja, pra quem vai se mudar pra terras estrangeiras - fica aqui o toque.

Ontem fui a um Kahve Diyarı com uma colega de classe inglesa e na hora de usar o cartao pra pagar a conta:

1 - a garçonete passou meu cartao mas a operaçao nao foi concluida. Sem me falar nada foi com meu cartao e maquina ate o caixa e outro garçom veio e me falou que nao foi efetuada a operaçao. Quis passar meu cartao novamente mas dae eu pedi o "comprovante da operaçao nao efetivada". Ele me deu, apenas porque pedi.

2 - Passou o cartao em outra maquina e, novamente sem me falar nada vai ate o caixa e se detem la falando com outros funcionarios - sobre a maquina. Levantei e fui la ver o que se passava

3 - Eis que me vem o gerente (nisso o garçom me devolve o cartao) e me pergunta "o cartao é seu?" "sim" respondi. "Entao me da que eu preciso passar de novo".

Assim tá. Com "otoridade"! "Entao me dá ..." Perguntei o que aconteceu e ele disse que a maquina estava sem papel. Pedi o comprovante de operaçao nao realizada e ele com aspereza me falou "to falando que o papel acabou".
- Tá, e como vou saber se nao foi descontado da minha conta ?
- Como ? - perguntou ainda bravo.
İnflei o peito e repeti quase soletrando:
- E co-mo eu vou sa-ber se ja nao foi de-bi-ta-do da minha conta ?
- É ... a senhora tem razao. A senhora trabalha aqui perto ?
- Estudo aqui perto ..
Eu ia sugerir de verificar minha conta e caso constatasse que nao foi cobrado eu aparecia la na segunda e pagava, oras bolas. E ele que confiasse em mim ja que nao sabe usar a maquina e tava tentando visivelmente me fazer de boba.
Nisso a outra funcionaria pos o papel e imprimiu o comprovante - o previsivel, uma vez que fica na memória da maquina. Mas explicar isso pra eles seria perda de tempo.
Por que ?

Porque obviamente eles sabem disso. Garanto que o papel da maquininha do ViSA acabou com outros clientes e o que eles fizeram, passaram o cartao de debito novamente ? Lógico que nao.

Meu conselho: aprendam turco o maximo que puderem e pra ontem. E nao aceitem te fazerem de pateta nunca. Eu naquele momento ja estava com o celular na mao e se necessario, primeiro eu ia ligar pra policia e depois, pro marido.

Exagero ? Bem seguem alguns dos causos que eu ouvi pelas bandas de cá:

- em İstambul um turista coreano que estava num café com amigos foi extorquido em 4.000 TL (isso mesmo !). O dono do restaurante mandou duas garotas de programa pra mesa do rapaz e ele nao quis os serviços das moças e dae na hora da conta ... surpresa ! Forçaram o cara a pagar com cartao de crédito e ele, munido das provas foi dar queixa na delegacia. Burrice ? Total. Provavelmente contaram com o fato do rapaz ser turista e ficar amendrontado, fora o fato da barreira do idioma ...

- aqui em İzmir uma turista italiana foi tomar uma breja em Pasaport e quando pediu a conta o garçom informou o valor de 100 Euros. Ela reclamou e o garçom disse que era brincadeira e informou 10 Euros (mesmo assim super faturado !).

- um camarada nigeriano foi comprar um tênis e cobraram muito mais do que o valor real. Ele, sem saber e sem noçao de valores das coisas daqui pagou. Após ser alertado por um amigo, voltou a mesma loja e trocou uma idéia com o vendedor, dizendo "mano eu moro aqui tu precisa mesmo fazer isso?". O rapaz lhe devolveu a diferença e no fim acabaram virando amigos.

E isso acontece somente aqui ? Nao, lógico que nao. Eu tambem quando viajei pra Salvador (BA) vi o preço da água de coco flutuar quando eu perguntava "meu, você tem água de coco?" ou "meu rei, agua de coco ta quanto?".

Um beijo pra vocês ! (e perguntem os preços das coisas antes de consumí-las ...)

O Segredo Revelado!